fevereiro 05, 2010

MAURO PINTO - UMA QUESTÃO DE ESTADO

Há motivos visitar a Rua D’Arte durante o mês de Fevereiro. O fotógrafo moçambicano Mauro Pinto anuncia que inaugurou dia 4 de Fevereiro a sua exposição “Mauro Pinto – Uma questão de estado”...pergunto Questão de Estado? responde sim...venha apreciar, as fotos falam por sim...respondo com tristeza, estou distante Mauro, contudo diga o que podemos ver nesta temporada?...sem demora Mauro diz cada um tem sua leitura e interpretação, mas receba no e-mail duas fotos que estarão patentes na exposição.

Para Elisa Santos, autora do texto da exposição afirma que é possível reconhecer diversos estados nas fotografias de Mauro Pinto. Estados nação, estados sociais, estados pessoais. E se algum estado define o fotógrafo moçambicano é o da civil curiosidade e inquietude. Até a forma como suporta o que capta, é reflexo da sua “insatisfação”.


Saiba mais sobre Mauro Pinto aqui

6 comentários:

Fatima disse...

Olá!
Perder os amigos não é fácil.
Vou lá conhecer mais sobre o Mauro Pinto.
Estes dias escutei a cantora Isabel Novela e gostei muito. Vou falar sobre ela lá no meu blog, posso usar as informações do seu post sobre ela?
Desde já agradeço sua atenção.
Bjs.

Soberano Canhanga disse...

Obrigado Pota por levares aos quatro cantos do mundo as imagens culturais de um povo.

mãos disse...

Olá Fatima,
De facto prder amigos não é facil...
Obrigado por teres passado por cá...visite sempre que puder.

Olha quanto ao Post da Isabel se estiver aqui no Maos use (cite) a vontade...

Oi Mano SCanhanga,
Eu é que agradeço pela sua visita e força pra manter o blogue...lembras que tudo começu nas brincadeiras em 2005 (risos)...um abraço

Ximbitane disse...

Uf, ja nao era sem tempo! As maos estavam quase morribundas... é salutar quando dessas maos abençoadas tomamos conhecimento do que ocorre ca e la... benvindo!!!

mãos disse...

Olá Xim,

obrigado pela visita...tentar manter actulaizado o blogue na medida possivel...

até breve ...

Ricardo Riso disse...

Olá, Ouri!
Tudo bem como voce?
Puxa... adoraria ver as imagens desta exposição e escrever um artigo sobre ela no meu blog. As fotografias são fortíssimas e estimulariam um texto impactante.
Abraços,
Ricardo Riso