maio 27, 2007

FRENTE E VERSO...



Arredores de Maputo, baixa da cidade, na Av. Fernão Magalhães no espaço entre Av. Albert Lithuli e Av. GuerraPopular, 26.05.07.

11 comentários:

Laurentina disse...

Caramba Mãos isso é uma armadilha e das grossas !!!
Incrível...

Beijão grande

mãos disse...

É, o pior seria pra mim que gosto de Laurentina...Laurentina Preta

Valeu

Laurentina disse...

Pois eu tb ...alias desde que seja bejeca eu gosto mas tem que ser fresquinha!!

Beijão

mãos disse...

Fresquinha? Prepare dinheiro, eu vou lhe mostrar locais que servm uma bem fresquinha...quando tiveres o dinheiro de um sinal

Laurentina disse...

Ahahahhahahahahahahah, tá boa sim senhor ...e o que servem a acompanhar ?! No meu tempo , sem querer ofender , quando eu vivia aí a bejeca era servida com amendoim e camarão á borla ...e agora ?!
Era 5 estrelas ir a qualquer cervejaria . Fui feliz aí , muito feliz ...

Beijão grande para ti

Olho Atento disse...

Três perguntas:
1- Isso aí é na cidade ou numa quinta? Pois vejo milheiro e tomateiro.
2- De quantos sentidos é a estrada? Se forem dois seria necessário sinalizar o lado oposto.
3- Apresentas-me a Laurentina? ou é de Loureço Marques de que falais?

Laurentina disse...

Olá MÃOS ...continuação de bom sabado .
Hoje á minha palhota foi lá um amigo teu ...gostei da visita dele tem um blog interessante .
Já o linkei.

Beijão grande

mãos disse...

Laurentina,
Para acompanhar a bejeca o amendoim em alguns locais é de borla, mas o camarão não... a maré anda vazia, ahahahaha...

mãos disse...

Três Respsotas a Olhoatento:
1- é na cidade.
2- sentido único.
3- a Laurentina? Já te conhece pois já linkou o teu blog, to com ciumes não fez link com o meu, ahahahahhaha

Laurentina disse...

Mãos ...não sejas mentiroso !!! Eu tenho o teu blog linkado á maningue tempo... tu é que não tens o meu !!
Boa semana para os dois ciumentos de uma figa ...
Ainda respondendo ao "olho atento"
-eu e o Mãos falamos inter continentes...(Europa -Africa , neste caso concreto Portugal - Moçambique 0-0 no marcador).

Boa semana para vós
beijão grande

Mário Nunes disse...

Ouri
Será que não há nenhum empreiteiro português de construção civil que ofereça alcatrão para o município do Maputo colocar e tapar os buracos das principais artérias da capital?
A fábrica de cimento da Matola não está a funcionar?
Aproveito o ensejo para lhe dizer, que face à crise económica que varre Portugal, muitas empresas portuguesas estão a fechar as portas e a abrir em Luanda e nas principais cidades angolanas.
A febre da reconstrução é tremenda.
Abraço de Portugal