abril 04, 2008

ALBINO MAHUMANA FALA DA MULHER MOCAMBICANA NOS SEUS DESENHOS

Veio a Lisboa, Portugal no âmbito da Bolsa Criar Lusofonia – Fotografia. Enquanto desenvolvia o seu projecto reencontrou e ainda esta por reencontrar amigos, família e fazer novas amizades numa rotina que se circunscreve por Lisboa, Porto, Gaia, Povoa de Varzim com promessa de passar por Braga e Viana do Castelo.

Devido ao seu dinamismo e atenção no que acontece no dia a dia da comunidade Moçambicana, Albino Mahumana foi apresentado um desafio pelo presidente do Associacao Moçambique - Portugal, Leonardo Júnior Sabela a fim de apresentar trabalhos para comemorar o dia 7 de Abril, dia da Mulher Moçambicana…

Sem recusa Mahumana te na mente o valor da mulher, em particular a Mulher Moçambicana. Aceitou o desafio cujo resultado pode ser visto na do Espaço Moçambique, no Porto. São cerca de 50 desenhos em tamanho A3 e A4 …..

MULALA E CAPULANA assim que se chama a exposição alusiva ao dia da mulher moçambicana patente no espaço Moçambique. O artista justifica o titulo dizendo que Mulala simboliza as raízes moçambicana e a higiene feminina (boca) e Capulana é sinónimo da beleza, contudo adianta que não quer limitar a viagem infinita das pessoas que passarem pelo Espaço Moçambique pois cada observador vai dar o seu título consoante a sua imaginação.

Albino Mahumana esta em Portugal no âmbito do Programa Bolsas Criar Lusofonia gerido pelo Instituto Camões, Centro Nacional de Cultura e com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.

Conheça a careira do Albino Mahumana aqui.

3 comentários:

Denudado disse...

Muito obrigado pela informação, caro Ouri Pacamutondo. Como vivo no Porto, farei os possíveis por visitar a exposição.

MESUMAJIKUKA disse...

Passei para te dar um abraço e dizer-te: FORÇA!

MESUMAJIKUKA disse...

Muita ausência.