março 22, 2007

AV. VLADIMIR LÉNINE EM FOTOGRAFIA

Uma das fotos patentes na exposição
Vladimir Lénine
Para quem não tem uma viatura pessoal, torna-se difícil conhecer na totalidade o trajecto da avenida Vladimir Lénine, pois é um troço que os semi colectivos percorrem esta via pela metade, ou melhor partindo da baixa da cidade este trajecto pode ser feito a pé ou numa boleia.
Da avenida Marien Nguabi (próximo ao mercado Janet ) em direcção a terminal desta avenida é possível dar continuidade esperado um chapa (semi colectivo).

Para quem não quer ou não consegue fazer está ginastica, o fotografo congolês leva-nos através das suas fotos expostas no Centro Cultural Franco Moçambicano a percorrer pela Vladimir Lénine conhecedo a sua realidade em várias dimensões.

Segundo as imagens colhidas pelo fotografo, Vladimir Lénine é uma avenida que tem sido alternativa para os que procuram ganhar o seu pão, e não só. É neste troço onde encontramos um dos mercados informais com melhores produtos desde o calçado, a géneros alimentícios. A arrumação deste produtos tornam a berma da estrada uma autentica obra de arte. Sapatilhas penduradas, lençóis, curtinas e vestes diferentes dão o colorido o outro lado chamado Compound.
O movimento da moldura humana quer deslocando a pé, quer a procura do autocarro a caminho e ou para escola, serviço ou ainda hospital são captados pelos olhos e criatividade de Sammy Baloji, incluindo ainda a beleza da mulher feminina africana que também complementou a minha vista....

Pouco pude falar deste jovem fotografo Congolês, Sammy Baloji. Sugiro que faça uma leitura pessoal desta avenida visitado a exposição no CCFM.

2 comentários:

Olho Atento disse...

Isso agora tá muito sério e interessantíssimo.
Peço que continues com a excelente escrita e divulgação da arte

mãos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.